Materiais básicos para uma reforma ou construção - Madepal - Portas e Janelas BH
Belo Horizonte-MG (31) 3526-1000 Seg a Sexta - 8:00 às 18:00 / Sábado de 08:00 às 14:00
 
SOLICITE UM ORÇAMENTO

YOUR CART

Edit Cart
  • No products in the cart.
Materiais básicos para uma reforma

Materiais básicos para uma reforma ou construção

Ao considerar a reforma de uma casa, um dos pontos mais importantes é definir os materiais que serão usados, bem como suas qualidades, porque todo o orçamento da reforma será modificado dependendo dessa decisão. Assumindo que a reforma é abrangente, você sabe quais materiais de construção são necessários para renovar uma casa?

Materiais de construção para uma reforma

Há cada vez mais opções ao escolher materiais de construção para uma casa, com a vantagem de ter mais alternativas, embora a decisão também possa ser mais difícil.

Materiais para pisos

Como a superfície da casa, o solo é um dos elementos mais importantes. Ele deve ter propriedades concretas para que as pessoas possam pisar nele, como resistência e maciez, e também deve ser impermeável e economizar o calor para melhorar a economia de energia. Além disso, dependendo do material escolhido, você precisará de mais ou menos manutenção, por isso é um elemento a ser levado em conta na reforma.

Alguns dos materiais mais comumente usados ​​no chão são telhas, madeira, cerâmica, pedra, etc. O vinil também ganha mais popularidade, o que pode imitar qualquer material com um orçamento muito mais apertado.

Materiais para paredes

Em uma reforma, deve-se presumir que as paredes já serão construídas e que, como muito, será necessário puxar ou levantar partições. As partições, ou paredes internas, não precisam usar os mesmos materiais das paredes externas, embora tudo dependa do acabamento desejado e do orçamento que você pode alocar. Tijolos ou blocos de cimento são os mais comuns, embora a placa de gesso seja cada vez mais usada como um substituto para suas boas características e seu preço econômico. Outras opções são madeira e outros materiais sintéticos ou reciclados.

Materiais para telhados

Em termos de tetos, o gesso é geralmente o material mais escolhido no interior, embora também possa ser madeira, ou outras alternativas, como materiais sintéticos. É também uma opção o micro cimento para o telhado, um desses materiais que está cada vez mais na moda para todos os seus benefícios.

Dicas essenciais para reformas e construções

Aqui damos-lhe algumas dicas úteis e informações básicas antes de realizar a sua reforma projeto, ninguém diz que tudo vai dar errado, mas se você certificar-se de antemão que você informar, tudo será perfeito e evitar a indesejada imprevisto durante as obras.

Essas dicas lhe darão maior segurança e tranquilidade no momento de empreender o projeto de sua reforma.

– Planejar e elaborar a reforma e suas necessidades

O primeiro estágio é básico, é conhecer nosso espaço e detectar as possíveis necessidades em termos de amplitude, renovação ou antiguidade. Devemos ser claros sobre o motivo da reforma e nosso desejo de mudança. É a fase de pesquisa. Buscamos soluções para melhorar a nossa casa e torná-lo o lugar perfeito para viver.

-Contrate um profissional ou designer de interiores, se necessário

No momento de iniciar os trabalhos, é importante ter um bom profissional que faça um acompanhamento detalhado do projeto e indique as melhores alternativas em termos de distribuição de materiais e espaço. Um arquiteto vai lhe poupar muita dor de cabeça, o orçamento pode ser um pouco mais alto, mas se você for claro sobre o seu projeto de reforma, ele agradecerá e você fará a melhor equipe durante a reforma.

Nesta fase, é essencial expressar suas ideias e ter um técnico qualificado para obter um bom resultado.

Vale a pena contar com ajuda profissional quando se trata de um tipo de trabalho que exige um procedimento muito exigente, por isso é essencial fazer a escolha certa. O ideal é economizar uma porcentagem do total nas despesas totais do trabalho e um controle adequado na execução das obras. Um arquiteto, no entanto, nem sempre se adapta a todos os tipos de projetos, portanto você deve ter clareza sobre a magnitude do projeto em primeira mão antes do seu desempenho.

– Em busca de um estilo pessoal no design

Nesta fase, é importante experimentar mentalmente e aplicá-lo à realidade, isto é, ao espaço da sua casa. Veja as possibilidades, opte pelo ecletismo, misturas são às vezes originais, mas você deve estar ciente de qual estilo pode ser melhor para sua casa.

Às vezes o arriscado é atraente, mas tenha cuidado, mantenha os pés no chão e escolha a melhor opção que você considere capaz de se adaptar ao estilo da sua casa.

Para fazer isso, estude o espaço da sua casa, crie e imagine possibilidades. É tão simples quanto encontrar a melhor solução para todas as necessidades levantadas. Espaços, acabamentos, iluminação, distribuição, estilo de mobiliário, paredes, janela … … existem infinitas possibilidades!

– Busque um orçamento razoável

Você tem que ser realista e consciente e colocar um limite no gasto total. O sensato é ter o conselho do profissional e um conhecimento dos custos padrão por projeto no setor. Isso ajudaria significativamente o processo e resolveria suas dúvidas principais.

Tenha em mente que durante todo o processo do trabalho nem tudo pode ser perfeito como prevíamos, mas o mais importante é conhecer nossa economia e adaptá-la ao orçamento do profissional.

-Experiência com espaço

Seja original quando se trata de transformar o seu espaço, opte por mudanças com muita criatividade. Nem tudo tem que ser o resultado convencional, mas sim, tentar encontrar funcionalidade e o melhor toque na decoração.

A simplicidade é perfeita para pequenos espaços, pois eles expandem os metros quadrados por mágica. Como os tons claros, que trazem uma sensação de espaço e pureza em sua casa. Aproveitar o espaço total e os metros quadrados, estar atento às possibilidades de sua transformação, a separação entre salas é outro espaço aberto para ideias, não precisa ser apenas por meio de uma partição.

-Adaptar o ambiente e torná-lo acessível

Existem mil maneiras de aproveitar o espaço e torná-lo mais acessível e funcional, até mesmo expandi-lo. Analise as saídas de luz natural e as de luminosidade artificial, bem como a ventilação natural. Essas pequenas dicas são fundamentais e podem nos dar uma nova perspectiva de nossa casa. Conhecer o espaço e suas possibilidades nos trará uma nova qualidade e conforto em nossa casa. Só é preciso um pouco de engenho!

É importante estar ciente dos pontos que consomem mais energia e eletricidade em nossa casa e saber como limitá-los a um uso consciente.

É hora de fazer uma análise de todos os fatores que não são visíveis, nem tangíveis, mas determinam o bem-estar e o conforto de nossa casa e nos ajudam a economizar energia e despesas.

Levar em conta fatores como a qualidade do isolamento, renovação da canalização, aquecimento e eletricidade, uma boa caldeira ou aparelhos com baixo consumo de energia, pode ser o nosso melhor investimento, poupança de custos significativos daqui em diante.

Esteja ciente do seu consumo e economize!

-Escolha material de primeira qualidade

Ao escolher os novos materiais, é aconselhável fazer um equilíbrio justo entre qualidade e orçamento. Não se deixe seduzir pelo barato, sai sempre mais caro. Ao escolher o material certo, seja inteligente na escolha de uma opção em que a qualidade seja aceitável e se encaixe dentro de suas expectativas e o preço não exceda sua economia e seja totalmente adequado para você.

Pisos … pinturas, armários, carpintaria, janelas, caldeiras e instalações de aquecimento … etc. Tudo deve ser de alta qualidade para que sua casa pareça tão boa quanto nova.

Isso não significa que as marcas determinem sua decisão ou aconselhável consultar seu técnico ou profissional sobre os preços reais e as qualidades dos materiais.

Examine, por sua vez, se eles se adaptam aos seus gostos e necessidades. Nós todos sabemos que a qualidade é sempre um cofre aposta a longo prazo, e que os materiais baratos nem sempre pode ir bastante rentável em termos de permanência e você tem que mudá-los de volta de vez em quando e é um desperdício de tempo e dinheiro. Como Aristóteles disse “no meio está a virtude”, procure o seu próprio equilíbrio na sua reforma e você vencerá. O ponto médio entre estética e funcionalidade e entre qualidade e orçamento.

-Acompanhamento e detalhe no trabalho

Sempre certifique-se de aceitar as modificações e possíveis mudanças quando se trata de especificar com seu profissional. Um detalhamento do orçamento detalhado ajudará você a detalhar o orçamento e a deixar dúvidas.

Todas as modificações e mudanças devem ser refletidas no mesmo documento do trabalho assinado pela empresa de reforma ou pelo profissional e por você ter tudo sob controle. Isso permitirá que você tenha um excelente controle dos trabalhos que está fazendo e garanta que tudo esteja indo conforme o planejado.

Uma boa comunicação entre o profissional e você deve ser fundamental para salvar possíveis contingências e maximizar os resultados, bem como os esforços. Tudo pelo melhor resultado!

– Em busca do melhor orçamento

Tudo isso precisa ser declarado em um orçamento detalhado. Sempre escolhemos obter o melhor orçamento que atenda às nossas expectativas e evitar possíveis surpresas indesejáveis.

Requer orçamentos por metro quadrado, por unidade, o custo por metro quadrado de pintura, quanto cada tomada, cada um aplicado, cada torneira ou sanitário que está instalando, nunca aceitar orçamentos que não são discriminadas desta maneira ou modificação pode resultar uma dor de cabeça e aumentos injustificáveis ​​no custo do trabalho.

About Author : root
YOU MAY ALSO LIKE